Canais de Tendência

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • Binomo
    Binomo

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FinMax
    FinMax

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Análise técnica das tendências das ações

Tendência é uma mudança consistente nos preços, ou seja, uma mudança nas expectativas dos investidores.

1) TENDÊNCIA DE ALTA é definida por topos e fundos ascendentes no tempo.
2) TENDÊNCIA DE BAIXA é definida por topos e fundos descendentes no tempo.
3) TENDÊNCIA LATERAL é definida por topos e fundos sem direção. Uma congestão.

A ligação dos topos e fundos formam uma linha de tendência


– Um período gráfico maior torna a linha mais importante: Uma linha de tendência num gráfico semanal mostra uma tendência mais importante do que uma linha de tendência num gráfico diário.
– Quanto mais tempo a linha de tendência “resistir” sem ser rompida e mais vezes for testada, maior será a força do rompimento (pois será considerado mais significativo).
– Uma LT com inclinação muito grande exige que os preços caiam ou subam muito rápido. Isso pode tornar o rompimento da linha fácil, e por isso esse rompimento pode não representar uma mudança de tendência.

LTA = Linha de Tendência de Alta
LTB = Linha de Tendência de Baixa

Os canais de tendências


Um canal de tendência é formado por uma linha paralela à linha da tendência principal.


– Compra no rompimento da LTB ou venda no rompimento da LTA. OBS: Para evitar falsos rompimentos, é indicado que após o primeiro candle(ou barra) romper a linha, o candle seguinte tenha seu corpo completamente acima da linha.

– Comprar na linha inferior do canal de tendência e vender na linha superior: na teoria parece fácil, porém na prática não é bem assim. É importante saber bem suportes e resistências e também associar a outros métodos (indicadores, por exemplo). Além disso, ter um bom controle de risco.

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • Binomo
    Binomo

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FinMax
    FinMax

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Linhas de Tendência e Canais

As linhas de tendência são linhas traçadas de modo que os fundos de uma tendência de alta sejam ligados aos topos de uma tendência de baixa. Ela permite identificar onde se encontram os fundos/topos do ativo e, assim, apontar o melhor momento para entrar ou sair do mercado.

Para se criar uma linha de tendência, é preciso primeiramente constatar a existência da tendência em si. Para tanto:

Tendência de alta: identificar pelo menos dois topos (com o segundo maior que o primeiro) com dois fundos (sendo o segundo fundo mais alto que o primeiro). Observe que a tendência é apresentada por uma linha laranja A e demonstra claramente as características citadas, enquanto a linha B não apresenta a sequência de fundos/topos seguidos. Apesar disso, ambas representam momentos de alta:

Figura – Tendência de alta.

Fonte: Elaborada pelo autor a partir de TradingView (2020) .

De forma análoga, para traçar uma linha de tendência de queda é preciso identificar com clareza a sequência em que há dois fundos seguidos, de modo que o segundo fundo seja mais baixo que o primeiro e haja dois topos seguidos, sendo o segundo topo mais baixo que o primeiro.

Já os canais são as linhas traçadas paralelamente às linhas de tendência. Por exemplo, no caso da tendência de alta, será a linha que liga os topos da tendência. Essa linha pode ser observada no ponto A da figura apresentada anteriormente.

Para traçar uma linha de canal para uma alta é preciso, primeiramente, traçar a linha de tendência e, após isso, ligar os topos dessa tendência com uma linha que se inicie no primeiro topo. Esse canal é confirmado se, no próximo topo, os preços “esbarrarem” na linha e se retraírem.

Analogamente, para uma tendência de baixa, o canal ligará os fundos e formará uma linha paralela à da tendência. A principal utilidade do canal é identificar o momento de entrada e saída do papel. Em uma tendência de alta, por exemplo, o investidor deverá comprar o ativo quando o preço estiver próximo da linha de tendência e vendê-lo quando estiver próximo da linha do canal.

O mais comum é que o mercado apresente tendências claras e, todavia, canais menos claros. Será considerado um canal de alta quando a estrutura se assemelhar a:

Figura – Canal de alta.

Fonte: Elaborada pelo autor.

A figura anterior demonstra um canal de alta, o que corresponde a configuração de uma linha de tendência e uma linha de canal. Inversamente, o canal de baixa é formado pela tendência de baixa e uma linha de canal correspondente a ela. É importante destacar também que quanto maior é o prazo da análise maior é a quantidade de topos e fundos que deverão existir para dar força à tendência observada.


Pullback
(recuo)

O pullback é uma pausa curta na tendência principal de alta (ou uma reversão breve nesta) nos preços de um ativo. Às vezes, os pullbacks podem ser facilmente confundidos com reversões ou consolidações. De qualquer modo, um pullback é constituído por poucos candles; se ele for mais longo, antes da tendência de alta continuar, já constitui uma consolidação. Já se a tendência muda totalmente (para tendência bearish), o pullback é, de fato, uma reversão.

O pullback é útil para aqueles traders que pretendem abrir uma posição quando os demais indicadores técnicos permanecem bullish.

Veja, no seguinte gráfico, que dentro da tendência de alta há vários pullbacks:

Figura – Exemplo de pullbacks.

Fonte: TradingView (2020).

O oposto de pullback é throwback, que, neste caso, aplica-se às tendências de baixa.

Faixas de Negociação

No espectro das linhas de tendência e de canal, há um conceito equivalente denominado faixas de negociação. Como é visível no gráfico seguinte, as faixas são áreas em que o preço foi respeitado mais de uma vez, gerando suporte ou resistência.

Figura – Faixas de negociação.

Fonte: Elaborado pelo autor a partir de TradingView (2020).

A repetitividade da “defesa” do preço é um fator importante na definição clara de uma faixa de negociação. Uma vez identificada, o analista pode preparar, com antecedência, ordens de compra ou venda assim que o preço alcançar a faixa. Como é possível identificar, a “quebra” de uma faixa, confirmada por algum sinal, como um candle de força (vide a “ruptura” da terceira faixa de negociação, aproximadamente em 18 de setembro), oferece um sinal do começo de uma tendência de alta (ou de baixa) ou de uma nova faixa de negociação, como o gráfico mostra.

  1. Uma faixa de negociação ocorre quando um ativo é negociado entre preços altos e baixos, consistentes, por um período de tempo.
  2. A estratégia de desvanecimento (fadingstrategy) implica na colocação de negociações contra a tendência predominante para lucrar com uma reversão; dessa forma, testam suporte e resistência.
  3. As faixas de negociação ocorrem no espaço entre o suporte e a resistência, pois os traders pretendem comprar no suporte e vender na resistência, por isso ambos os níveis tendem a se manter.
  4. Nas faixas de negociação, suporte e resistência tendem a ser mantidos.
  5. As faixas de negociação tendem a se contrair à medida que o mercado busca áreas em que a pressão de venda é suficiente para interromper os adiantamentos de preços ou quando a compra impede a queda.
  6. Em uma faixa de negociação, um ativo será negociado para trás e para frente pelo mesmo preço várias vezes.

REFERÊNCIA DA AULA

TRADING VIEW. Gráfico, c2020. Disponível em: . Acesso em: 03 de fev. de 2020.

Você não está logado!
Para ter acesso ao curso, clique aqui para fazer login ou cadastro.

0 de 318 etapas concluídas

EscolaTrader

Introdução

A linhas de tendência são traçadas a partir da identificação da tendência em que um ativo se encontra.

Existem três tipos de tendência para os papéis:

  1. Tendência de Alta;
  2. Tendência de Baixa;
  3. Tendência Lateral;

Para cada tendência, é possível traçar linhas de tendência, as quais os papéis respeitam enquanto a tendência não mudar. O grafista ou analista técnico, opera a favor da tendência (A TENDÊNCIA É SUA AMIGA!), especialmente dentro dos canais, comprando(CALL) nas bordas inferiores e vendendo(PUT) nas bordas superiores, para obter os melhores resultados.

Tendência de Alta

A tendência de alta em uma ação é definida quando, em seu gráfico, pode-se detectar fundos ascendentes. Isto significa que o ativo em questão está formando fundos em patamares cada vez mais elevados, o que dá continuidade à tendência de alta.

Tendência de Baixa

É possível determinar a tendência de baixa em um ativo, quando seu gráfico apresenta topos descendentes. Dessa forma, notam-se topos cada vez mais baixos.

Tendência Lateral

Um ativo encontra-se em tendência lateral quando segue formando topos e fundos nos mesmos patamares anteriores, respectivamente. Essa formação também é conhecida como retângulo.

Linha de Tendência de Alta

A linha de tendência de alta (ou lta) é traçada de forma a tangenciar por baixo os candlesticks de um papel no gráfico. Assim, são necessários ao menos dois candlesticks para se traçar a lta. Quanto mais candlesticks forem tocados ao se desenhar a lta, mais força ela terá.

A maneira mais conservadora, é traçar a linha tocando apenas os pontos mínimos dos candlesticks. Isto porque, ao se identificar uma tendência de alta para uma ação, e se traçar uma lta no gráfico, uma boa estratégia é comprar o mais próximo possível da lta, aumentando a relação risco x recompensa. Em alguns casos, a disputa por comprar/vender o papel, pode fazer com que os preços não cheguem a tocar a lta traçada. Em outros, pode fazer com que a lta seja levemente atravessada.

Outra maneira, que funciona muito bem em muitas situações, é traçar a lta tangenciando não os pontos mínimos dos períodos tomados, mas o que for mais baixo entre o fechamento e a abertura do candlestick. Ou ainda, certas linhas ficam “melhor adaptadas” ao movimento do papel, quando se busca uma combinação das duas maneiras, de modo com que a lta seja tocada pelo maior número de vezes pelos candlesticks de preço, obviamente sem ser atravessada por estes.

Linha de Tendência de Baixa

Analogamente à lta, a linha de tendência de baixa (ltb) é desenhada tangenciando os topos dos candlesticks do gráfico. Da mesma forma, quanto mais candlesticks forem tocados pela ltb, maior força terá esta sobre o papel em questão.

A forma mais defensiva de se traçar a ltb, é desenhar a linha tocando as máximas dos candlesticks.

Assim como nas lta, em muitos casos, a ltb fica melhor traçada se ao invés de se utilizar as máximas de cada candlesticks, sejam utilizados o que for maior entre abertura e fechamento de cada candlesticks.

Interrupção de Tendência

A interrupção de uma tendência se dá quando uma linha de tendência passa a não ser mais respeitada pelos candlesticks de preços. O primeiro sinal é quando há um fechamento além da linha de tendência. Normalmente, a confirmação se dá quando o próximo candlestick, então, fica completamente fora do canal.

Há casos em que podem haver falsos rompimentos, nos quais mesmo após sair do canal, o papel retorna rapidamente e segue seu caminho anterior.

O fato de uma tendência de alta ter sido interrompida, não significa obrigatoriamente que está se iniciando uma tendência de baixa, e vice-versa. Normalmente há uma tendência lateral entre elas.

Canal de Alta

Os canais de alta são traçados após a identificação da tendência do papel. Após traçar a lta que toca os pontos inferiores dos candlesticks, projeta-se uma outra linha paralela (ou quase paralela) à lta, de forma que esta seja tangente aos topos dos candlesticks, envolvendo os candlesticks de preço em uma faixa de variação, ou canal. Os preços variam como ondas nestes canais, e é possível “surfar” estas ondas comprando(CALL) na parte inferior do canal e vendendo(PUT) na parte superior.

Canal de Baixa

O Canal de baixa é o análogo ao canal de alta. Numa tendência de baixa, ele é obtido traçando-se uma linha tangente às mínimas dos candlesticks, paralela à ltb. Nesta caso, como a tendência é de baixa, deve-se operar vendendo(PUT) nos topos próximos a ltb e comprando(CALL) nos fundos próximos à linha paralela.

Canal Lateral

No canal lateral, observamos os preços de um ativo subindo e descendo até determinados níveis que se mantém relativamente inalterados. Podemos aproveitar o retorno dos preços dentro de um canal, em seu movimento de sobe e desce para operar compra e venda, ou Call e Put.

Conclusão

Como podemos verificar, os canais nos indicam importantes pontos de reversão. Com isso, podemos efetuar boas compras e vendas de uma ação, justamente tendo em vista a mudança nos preços.

Operar dentro dos canais conforme a tendência de um ativo “surfando” em suas ondas pode garantir melhores resultados do que somente comprar e guardar o ativo para o longo prazo. Obviamente essa estratégia requer mais acompanhamento do ativo, mas isso não deve ser um problema, e sim uma grande oportunidade.

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • Binomo
    Binomo

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FinMax
    FinMax

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Tudo sobre opções binárias e Forex
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: